Fertilizantes fluidos são aqueles que contém em sua matriz líquida,   determinada quantidade de nutrientes (em dissolução total ou parcial)   passíveis de serem utilizados de forma eficaz em estratégias relacionadas à atender as demandas nutricionais das plantas.

Em 1992 a Terrena inovou na produção de fertilizantes fluidos no Brasil inaugurando sua 1ª indústria em Patos de Minas – MG, que opera até os dias atuais. Adquiriu durante este tempo, know-how nessa linha de fertilizantes, com competência e eficiência nos processos industriais, amplo conhecimento técnico, logística de entrega, aplicadores e operações de aplicação no campo que permitem a oferta das melhores soluções para o manejo nutricional das culturas. Com a certeza de poder contribuir com alta eficiência e qualidade, focados no compromisso com o produtor, ampliamos nossa estrutura em 2016 com a construção de nossa 2ª indústria em Sertãozinho – SP.

A 1ª tecnologia desenvolvida para fertilizantes pelo departamento de PD&I (Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação) da empresa foi a marca Terrena Fluido®. Em sua matriz nutricional estão os elementos N, P, K, isolados ou em formulações, associados ou não à micronutrientes e substâncias húmicas. Esse complexo se apresenta na forma de Solução Verdadeira, garantindo alta qualidade do produto final, ressaltando a eficiência durante os procedimentos operacionais com baixo risco de entupimentos (irrigação). A versatilidade das formulações auxiliam o corpo técnico, consultores e clientes no alinhamento das melhores estratégias para atender às demandas nutricionais.

Imagem-Fluido

Com uma filosofia inovadora e em busca de tecnologias que promovam maior eficiência em nutrir plantas e reduzir os processos de perda dos nutrientes para o sistema, reduzindo-se assim os impactos ambientais, a Terrena desenvolveu fertilizantes fluidos de eficiência aumentada. Entre eles, Terrena Flex®, Nivus®, Amonius®, Amplus®, Strennus® e Fitphos®. O Terrena Flex mantém os benefícios do Terrena Fluido original, tendo adicionalmente nas formulações, de 3 a 6% de Carbono Orgânico, dando a este produto características que promovem às plantas melhoria na absorção de nutrientes. As tecnologias Nivus e Amonius têm foco no manejo de adubação nitrogenada (N), sendo possível adicionar à elas os micronutrientes e substâncias húmicas. Sua eficiência está associada à conservação de N no sistema por meio do uso de inibidores/supressores no processo de volatilização (Nivus), como em ambos processos volatilização e nitrificação (Amonius). A tecnologia Amplus preserva os benefícios do Amonius com a diferença de conter K nas formulações.

Imagem-Fluido-2

Além do N, a Terrena também desenvolveu tecnologias para fósforo (P), elemento altamente sensível a perdas para o sistema pelo processo de adsorção/fixação nos coloides e precipitação com minerais do solo. Nesse sentido o fitphos, fertilizante líquido cuja base é o ortofosfato de amônio, tem mostrado alta eficiência para o suprimento de P, principalmente quando associado à tecnologias que atuem na dinâmica e reduzem a velocidade de sua adsorção, aditivos que condicionam e potencializam o desenvolvimento radicular. A linha Strennus resguarda os benefícios do fitphos e amonius com alternativas de formulações que contem K.